Laser na Odontologia

 

Breve histórico do uso do laser na odontologia.

1877 – Chapple, clareamento dental no consultório.
1895 – Westlake,descreveu a ativação do agente clareador através da corrente elétrica.
1904 – Eisten formula as bases teóricas do laser.
1926 – Eisten as publica.
1954 – Townes constrói o primeiro MASER (de amoníaco).
1960 – Maimam constrói o primeiro laser (rubi).
1961 – Goldman funda o primeiro laboratório de laser (Universidade de Cincinnati).
1963 – Patel desenvolveu o primeiro laser de He-Ne.
1965 – Patel desenvolveu o primeiro laser de CO2.
1972 – Primeira Cirurgia com CO2 me laringe.
1973 – Ingle,preconizou a utilização dos raios infra-vermelhos para a ativaão do clareamento.
1973 – Primeira extirpação de hemangioma cavernoso.
1976 – Guerry utiliza o CO2 em leucoplastias.
1979 – Strong publica série de pacientes com carcinomas
.
1989
Haywood e haymenn, lançam técnica de clareamento dental.

Aplicações:

Clareamento dental a laser:

É um processo químico que utiliza um agente oxidante com o objetivo de transformar uma substância corada em outra sem cor.  

Vantagens  da técnica:

- Feito somente no consultório com profissional  habilitado acompanhando o tempo todo.
- Menor tempo de tratamento (em torno de 4  consultas de 1 hora) cada.
- Menor tempo de contato do produto com as estruturas dentais.
- Menor sensibilidade e totalmente controlável.
- Controle  do tratamento pelo profissional.
- Agilidade no tratamento odontológico.  

Desvantagens do Clareamento Caseiro:  

- Deglutição do produto.
- Necessita moldeiras para colocar o produto em contato com o dente.
- Contato do produto com as mucosas orais.
- Pode causar irritação do estômago caso o produto seja deglutido.
-
Gosto desagradável.
- Maior tempo para obtenção dos resultados.  

Outras aplicações do laser na odontologia:

Dentistica (restaurações), Endodontias (tratamento de canal) ,cirurgias (ontrolando e modulando a inflamação decorrente deste procedimento),úlceras aftosas recorrentes (aftas), ulcerações traumáticas, herpes simples,língua geográfica (diminuindo a sensibilidade), líquen plano (diminuindo a sensibilidade), periodontia (gengivites, gengivoplastias, periodontites, sensibilidade pós raspagem, regeneração óssea em furca (age diminuindo e modulando o processo inflamatório decorrente deste procedimento), implantodontia (diminuindo inflamação pós- cirúrgica).

Ainda é muito usado com finalidade terapêutica em casos de patologias de DTM( disfunção temporo mandibular, nevralgias do trigemio  de origem odontológica, paralisia facial).

A luz do laser provoca uma bioestimulação ,efeito estimulante da luz laser nos processos bioquímicos e moleculares que normalmente ocorre nos tecidos em reparação.Usado terapeuticamente induzindo reações nos tecidos para tratamento de condições patológicas.

Promove um reparo de feridas cirúrgicas.

Porém esteja atento em procurar sempre um profissinal habilitado para trabalhar com laser . Estudos realizados sugerem o uso da laserterapia  nos casos citados acima porém quando bem indicado pelo profissional seguindo orientações do fabricante.

O laser  utilizado para este caso é tipo IV – sendo efetivos em tecidos ósseos em função da maior penetração.Doses baixas são recomendadas por serem efetivas. Estudos provaram que laserterapia com comprimento de onda no infravermelho melhora a cicatrização óssea nos tecidos promovendo benefícios nos reparos ósseos pós cirurgias bucais.

 

_______________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
 
Home
A Clínica
Ortodontia
Dra. Cristhiane
Casos Clínicos
Primeira Consulta
Acompanhamento Informatizado
Agendamento de Consultas
Dicas
Notícias
Glossário
Contato
 
 
Rua Presidente Nereu Ramos, 19, Sala 303
Centro - Florianópolis - SC - CEP 88015-010
(48) 3364.4474
cdsilva@terra.com.br
     
 
Cadastre-se para receber nossos informativos:
 
© 2011 . CDS Ortodontia . Todos os direitos reservados.